Início » “A Bíblia tinha todas as respostas que eu procurava” diz Alexandre Pato

“A Bíblia tinha todas as respostas que eu procurava” diz Alexandre Pato

0 comentário

Alexander Pato joga pelo Orlando City na MLS norte-americana tem atualmente 32 anos.

Em 2009 foi escolhido como menino de ouro por ser uma grande promessa do futebol mundial.

Alexandre Rodrigues da Silva, conhecido como Alexandre Pato ou Pato, foi do time internacional para a Seleção Brasileira, onde disputou a Copa das Confederações de 2009, sagrando-se campeão, e a Copa América de 2011. Jogou por São Paulo, Corinthians, Milan e Chelsea, entre outros.

Infelizmente, uma série de lesões musculares que começaram em 2010 desacelerou sua carreira no futebol. Apesar de se recuperar, voltou a uma nova lesão, até que acorrentou um atrás do outro, truncando seu brilhante presente e futuro.

A estas lesões somaram-se más decisões no seu estilo de vida, razão pela qual deixou o futebol ao mais alto nível e chegou à Liga Chinesa em 2017. Mais tarde, em 2019, o avançado brasileiro desembarcou nos Estados Unidos, onde está atualmente

Em um extenso artigo no The Players Tribune ele abre seu coração e deixa tremendas revelações sobre sua carreira esportiva e não esportiva.

Ele conta como nos Estados Unidos sua vida privada foi de mal a pior: “Eu ainda era solteiro e decidi aproveitar minha liberdade. Fui para Los Angeles. Ele queria o melhor hotel, o melhor carro, as melhores festas. Acabei em um lugar com uma garota cheirando cocaína ao meu lado. De repente, disse a mim mesmo: ‘O que estou fazendo aqui?’ Não era isso que eu queria. Era um mundo vazio. Perguntei a um amigo: “Será que vou mesmo passar o resto da vida nessa solidão?”

Pato então decidiu voltar ao Brasil e mandou uma mensagem para Rebeca Abravanel, que até então era sua amiga. “Quer dar uma volta?”, ele perguntou. “Vamos tomar um café”, ela respondeu.

“Eu me encontrei com ela e depois de poucos segundos… Cara, é isso o que eu quero. Chamei ela pra sair de novo. Coloquei uma roupa bacana, fiquei todo no estilo. Ela disse: ‘Vamos à igreja’”, ele conta. “Igreja?”, pensou consigo.

Foi então que o jogador viveu algo inesperado: “Cara, que surpresa. A Bíblia tinha todas as respostas que eu estava procurando há anos. Olhei para o céu e falei: ‘Senhor, não quero mais aquela vida’. Naquele dia tudo mudou para sempre.”

“Talvez eu não tenha me tornado o melhor jogador do mundo. Mas deixe-me dizer-lhe uma coisa. Tenho uma relação incrível com minha família. Estou em paz comigo mesmo. Tenho uma esposa que amo. Na minha opinião, é mais do que ter muitas Bolas de Ouro. Se a vida é um jogo, eu ganhei”, disse.

“Vejo os meus pais com muito mais frequência — estamos recuperando o tempo perdido. Tenho um relacionamento maravilhoso com os meus irmãos. Estou em paz comigo mesmo. Sou um filho de Deus. Amo a Rê, a minha esposa”, pondera. “Se a vida é mesmo um jogo, eu venci.”

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Mais informações