Início » Igreja ironiza governo e faz culto em ônibus para driblar proibição

Igreja ironiza governo e faz culto em ônibus para driblar proibição

0 comentário

Para driblar as medidas impostas pelo governador de São Paulo, João Doria, que proibiu a realização de culto nos templos, um pastor decidiu, ironicamente, realizar um culto em um ônibus. Em um vídeo de pouco mais de cinco minutos, um pastor diz que usará o ônibus para adoração.

No vídeo, o pastor Eduardo Silva diz que “já que nossa igreja não pode estar aberta nós temos um ônibus para fazer nosso culto e aqui nós estamos (sic) porque ninguém cala um adorador”. Com todas as medidas de segurança, os fiéis participam do culto dentro do veículo.

As imagens mostram o momento em que os fiéis chegam até o local de embarque e tem a temperatura medida e passam álcool gel nas mãos antes de entrar no ônibus. Um homem com um colete escrito “fiscal do povo” filma a fila e diz que “não vão deixar de adorar a Deus“.

“Isso aqui é uma loucura, primeira igreja do Brasil e do mundo que está fazendo culto dentro de um ônibus. Este pastor aqui não sei se é ele ou sou eu quem sou maluco”, diz Wellington de Paulo Ribeiro. Ele avalia que “se aglomeração em transporte público pode, culto no transporte também não é proibido”.

De acordo com o Congresso em Foco, as imagens foram gravadas dia 17 e março, é possível ver os fiéis participando do culto, alguns sentados e outros em pé. Não é possível saber o total de passageiros do ônibus do culto.

Igrejas fechadas

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), voltou a fechar as igrejas após ter concordado que as atividades religiosas são essenciais. A decisão sobre a fase emergencial foi tomada em reunião com integrantes do Centro de Contingência do Coronavírus.

Enquanto impõe as medidas contra igrejas, o governo força a população a usar transportes lotados, o que tem gerado muitas criticas.

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Mais informações